Seropédica na ponta da geração de empregos na Baixada

Seropédica na ponta da geração de empregos na Baixada
julho 28 15:07 2015 Imprimir matéria

De acordo com o Boletim de Mercado de Trabalho da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), divulgado nesta semana, a Baixada Fluminense perdeu 10. 952 empregos com carteira assinada no 1º semestre de 2015. Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego. Este foi o pior resultado para períodos de 1º semestre em 10 anos.

Cabe ressaltar que o fluxo de empregos no período em 2015 foi menor do que em 2009 (+521), ano da crise econômica mundial. O único grande setor que apresentou saldo positivo foi a Agropecuária. Entre os 13 municípios da Baixada Fluminense, apenas dois registraram criação de empregos: Seropédica (+69) e Japeri (+39).

No setor de serviços, Itaguaí (-610), Belford Roxo (-474) e Nova Iguaçu (-363) foram os municípios que mais reduziram o emprego. Em Itaguaí, serviços de Comércio e Administração de imóveis (-495) foi o setor que mais fechou postos de trabalho. Em Belford Roxo, serviços de Comércio e Administração de imóveis (-307) e Transportes e comunicações (-271) se destacaram pelas maiores quedas do emprego. Já em Nova Iguaçu, Serviços médicos, odontológicos e veterinários (-1.012) foram os que mais influenciaram os resultados negativos no município. Na ponta positiva, Magé (+244) e Nilópolis (+178) foram os municípios com maior geração de emprego no setor de Serviços no 1º semestre de 2015 na Baixada.

A Indústria da Baixada Fluminense fechou o 1º semestre de 2015 com queda de 3.415 empregos. Os municípios de Duque de Caxias (-1.674) e Nova Iguaçu (-951) foram os que mais influenciaram na queda do emprego industrial. No sentido oposto, observou-se maior número de admissões no município de Seropédica (+168). Duque de Caxias (+272) e Nova Iguaçu (+273) foram os municípios que mais criaram emprego na Construção Civil na Baixada Fluminense. Os municípios que mais influenciaram na redução de postos de trabalho, foram: Duque de Caxias (- 1.470), São João de Meriti (-931) e Nova Iguaçu (-834). Como contraponto, o município de Seropédica (+27), foi o único que ficou com saldo positivo na região na criação de vagas no comércio no 1º semestre de 2015.

Fonte: FIRJAN

  Categories:
Veja mais notícias

Autor da matéria

Fabiano Perfil
Fabiano Perfil

Veja mais notícias