Mãe entrega menor por participação na morte de médico da Lagoa

maio 30 15:50 2015 Imprimir matéria

Um adolescente de 15 anos apreendido na quarta-feira, 27, em Vilar dos Teles, São João de Meriti, admitiu à polícia ter participado do roubo que causou a morte do médico Jaime Gold, de 56 anos, em 19 de maio, na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul do Rio.
Na segunda-feira, 25, conforme a delegada Patrícia Aguiar, da Divisão de Homicídios (DH), o adolescente contou à mãe ter participado da morte de Gold, e ela decidiu denunciá-lo. Na manhã de quarta-feira, o padrasto e a avó materna dele foram ao Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) do Rio Comprido, na zona norte, e contaram o que adolescente dissera em casa. Só então a polícia foi para Vilar dos Teles apanhar o adolescente.
Em depoimento à Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, ele contou ter agido em parceria com outro adolescente, de 16 anos, detido desde 21 de maio. Embora o acusado mais velho tenha negado o crime ao depor, seu colega de 15 anos relatou à polícia que eles abordaram juntos o médico.
Ainda de acordo com o relato do suspeito detido, o colega de 16 anos desferiu três facadas na barriga da vítima. Em seguida, pegaram a bicicleta de Gold e fugiram.
Segundo o depoimento, o mais velho entregou a faca, suja de sangue, ao colega de 15 anos, que, a caminho da Favela do Jacarezinho, na zona norte, onde mora com o pai, jogou a arma no Rio Maracanã, perto do estádio. Ao chegar à favela, o adolescente disse ter entregue a bicicleta a receptadores. A polícia acredita que ela tenha sido desmontada. O adolescente ficará à disposição da Justiça, que deve determinar sua internação.

Fonte: Região Noroeste

  Categories:
Veja mais notícias

Autor da matéria

Fabiano Perfil
Fabiano Perfil

Veja mais notícias