Pai de santo é suspeito na morte de menino

Pai de santo é suspeito na morte de menino
agosto 11 15:02 2015 Imprimir matéria

Agentes do 15º BPM ( Duque de Caxias), prenderam em flagrante, no domingo (9), o pai de santo Alan da Silva Souza Santos, de 24 anos. Pai Alan, como é conhecido, é acusado da morte Caio Silva de Moura, de apenas 3 anos de idade. O crime aconteceu no bairro Sarapuí, em Duque de Caxias. Após a prisão, o suspeito foi conduzido para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Segundo os agentes, a mãe da criança, Aline Souza de Lima, de 29, tinha deixado Caio e o irmão gêmeo dele, aos cuidados de “Pai Alan” para ir trabalhar. Aline trabalha como garçonete. O pequeno Caio, foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) de Sarapuí e pouco depois, veio a óbito. Ao saber da morte do menino, o pai de santo tentou fugir do local.

De acordo com o relato da mãe, ela confiava muito no pai de santo, que conhecia a pouco mais de dois anos. “Deixei os gêmeos com “Pai Alan”, na tarde de sábado e ficou combinado que eu voltaria no domingo a noite. Eu confiava muito nele”, desabafou a garçonete.

Segundo o delegado da DHBF, Pai Alan chegou a UPA, após às 18 horas com as duas crianças em busca de socorro para Caio. O vizinho levou o menino para o atendimento e o pai de santo, aguardou no carro com o outro menino. Ao saber que Caio havia falecido, Pai Alan evadiu do local, no carro do vizinho. Uma patrulha do 15º BPM (Duque de Caxias) correram atrás do prejuízo e prenderam o pai de santo.

De acordo com o laudo médico, Caio morreu de hemorragia interna e os médicos perceberam uma grande lesão no tórax. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML), o menino Caio não foi vítima de abuso sexual. Pai Alan, foi indiciado por homicídio qualificado, sem chance de defesa para a vítima. Se for condenado, a pena poderá ser de 30 anos de prisão.

  Categories:
Veja mais notícias

Autor da matéria

Fabiano Perfil
Fabiano Perfil

Veja mais notícias